Programação

Quinta-feira, 10 de setembro de 2015
Local: Lyceu Riograndense

14h00 – Abertura

14h10 – Coreo-grafar ou a Arte de espaçar. Desconstrução/Filosofia, Arquitectura e Política / Fernanda Bernardo, Universidade de Coimbra, Faculdade de Letras

14h50 – As coreografias do (não)lugar: toda desconstrução é em última instância uma desconstrução da topologia / Rafael Haddock-Lobo, Faculdade de Filosofia, UFRJ

15h20 – Refugiados, andarilhos e abandonados / Eduardo Rocha, Faculdade de Arquitetura, UFPEL

15h50 – Geosambalidades: corpo-samba como cartografias na cidade / Wallace Lopes Silva, Faculdade de Filosofia UERJ

16h20 – Arquitetura, imersão, dança-escritura, performance / Marcio Pizarro Noronha, Faculdade de Historia, UFG

16h50-17h20 – Debates

17h20 – Intervalo, Glas café

17h50 – Espectros de Jacques Derrida en la arquitectura territorial de Peter Eisenman: la  Khôra  y  huella   derrideana y la excavación  arqueológica  ficticia  eisenmaniana / Vicente Medina, Universidad Alfonso X de Madrid / FAU-Univ. Nacional de Tucumán

18h30 – A maldição do Arconte: as táticas de amnésia na Universidade / Ricardo Barberena, Faculdade de Letras, PUC

19h00 – Os conceitos de différance e de metáfora: processos projetuais do Parc de La Villette / Gabriel Silva Fernandes, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, UFPEL

19h30 – “É um instante’: da construção do tempo teleológico à construção da perda – emergência do presentismo em Goiás / Wilton Medeiros, Faculdade de Arquitetura, UEG

20h00-20h30 – Debates

21h30 – Jantar de confraternização

Sexta-feira, 11 de setembro de 2015
Local: Biblioteca Pública Pelotense

13h30 – Políticas de la espacialidad: el otro (animal) como locus ilocalizable e “intocable” / Mónica B. Cragnolini, Facultad de Filosofía y Letras, Universidad de Buenos Aires/CONICET

14h10 – Derivas epistemológicas e etimológicas em torno de conceitos de Hospitalidade, Violência e Soberania / Igor Guatelli, Faculdade de arquitetura, Universidade Mackenzie, SP

14h40 – Espectros e rastros da cidade – escritura, arquitetura, desconstruções / Jonathan Fajardo

15h10 – Projeto entre desígnio e desvio / Paulo Reyes, Faculdade de Arquitetura, UFRGS

15h40 – Hospitalidade e desejo no ensino de projeto de arquitetura / Paulo Afonso Rheingantz, Faculdade de Arquitetura, UFRJ/UFPEL

16h10 – Filosofia, frivolidade e a ficção da abordagem linguística da arquitetura / Silvio Jantzen, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, UFPEL

16h10-16h40 – Debates

17h10 – Intervalo, Glas Café

17h50 – Entreabierta. El lugar de la escritura. Derrida en la WEB / Horacio Potel, Universidad de Lanus, Buenos Aires

18h30 – Espacialidades e espectralidades abissais / Dirce Solis, Faculdade de Filosofia UERJ

19h00 – Madame Satã e as Escrituras da cidade / Marcelo Moraes, Faculdade de Filosofia, UERJ / Adriano Negris, Faculdade de Filosofia, UERJ

19h30 – Governamentalidade, Insurreição, Contra-planejamento: de que Urbano, afinal, fala Michel Foucault? / Rita Velloso, Faculdade de Arquitetura, UFMG

20h00-20h30 – Debates

21h30 – Jantar de confraternização

Sábado, 12 de setembro de 2015
Local: FAUrb/ Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, UFPel

13h30 – Passagem / Celma Paese, UFRGS

14h00 – As pontes de Medellín / Julian Grub, Faculdade de Arquitetura, Unisinos, RS

14h30 – Destruir para construir: cortes e aberturas de Gordon Matta-Clark / Daniela Cidade, Faculdade de Arquitetura, UFRGS

15h00 – Arquitetura entre-texto: discurso e linguagem em Derrida e Tschumi / Flavia Nacif Costa, UFSJR

15h30-16h00 – Debates

16h – Glas café

16h30 – Os Lugares de Sepé / Marcelo Kiefer, UFRGS

17h00 – O orelhão / Ana Paula Viecelli, UFRGS

17h30 – A porta / Fernando Fuão, Faculdade de Arquitetura, UFRGS

18h00-18h30 – Debates. Encerramento

21h30 – Jantar de confraternização

Produção e organização

Grupo de Pesquisa CNPq: Arquitetura, Derrida e aproximações