СНПЧ А7 Омск, обзоры принтеров и МФУ

 

 

 

  1. TEMA CENTRAL:

 

Da morte de Deus ao Existencialismo: Existência, Liberdade e Responsabilidade – um olhar sobre os fundamentos da filosofia de Sartre

 



 

  1. OBJETIVOS OPERACIONAIS:

 

-Apresentar aos alunos, em linhas gerais, o cenário do século XX, exaltando sua pluralidade nos vários campos e nas várias dimensões do humano.

-Levar os alunos a fazer a “ponte” entre a ideia da morte de Deus e o Existencialismo, onde a primeira mostra-se como um “fundamento” do último.

-Identificar os conceitos de existência, liberdade e responsabilidade por parte dos alunos – num primeiro momento e de um modo geral – para compará-los a mesma tríade exposta por Sartre.

-Salientar para os alunos o importante vínculo entre teoria-prática e os conceitos que permeiam o agir do homem, tais como a tríade existência-liberdade-responsabilidade, angústia e má-fé.

 

 

 

  1. CONTEÚDO:

 

-Durante os minutos iniciais farei uma breve exposição de alguns problemas que marcaram o século XX, dando ênfase à crise da razão, à crise do sujeito e à morte de Deus. Esse último tema foi abordado pelo professor regente e, a partir dele, tentaremos fazer uma ponte ente Nietzsche e o Existencialismo de Sartre pelo fato deste partir da não-existência de Deus para fundamentar a liberdade humana.

-O segundo ponto se concentrará na discussão acerca dos eixos principais do Existencialismo de Sartre, tal como expostos na obra “O Existencialismo é um Humanismo”, onde o filósofo se defende contra os ataques de seus opositores, tentando-nos mostrar a coerência e o compromisso de sua filosofia.

-Ainda sobre os eixos fundamentais, convém destacá-los de maneira geral: *EXISTÊNCIA – Se Deus não existe, existe um ser que cria sua essência ao longo de sua existência e esse ser é o homem. Nele, a existência coloca-se antes só para que depois se atinja um atributo. *LIBERDADE – O homem está condenado a ser livre, ou seja, não há um Deus ou ninguém que possa escolher o seu ser. A exposição desse ponto tornará importante a questão da ANGÚSTIA, que se apresenta como condição da liberdade, pois a escolha humana só depende do homem. Tal questão tentará nos mostrar como que a angústia nos revelaria uma dimensão otimista ao homem, uma vez que o colocaria no centro de sua própria vida. *RESPONSABILIDADE – O homem é responsável pelo que ele é. Quando nos eximimos de nossa responsabilidade e culpamos os outros, tomamos uma postura a qual Sartre chamará de MÁ-FÉ. Importante ressaltar também o vínculo entre teoria e prática, pois – no Existencialismo de Sartre –, não viver de acordo com o pensamento é faltar com a responsabilidade. Sua filosofia, portanto, é uma filosofia do compromisso.

-Tal exposição nos levará a questionar algumas teses clássicas da história da filosofia, tal como o Determinismo. Convém destacar esse pano de fundo contra o qual o Existencialismo fará um forte contraste e trazer o embate à luz de discussões atuais.

 

 

 

  1. PROCEDIMENTOS:

 

5.1 – Contextualização do cenário científico-filosófico – Um direcionamento para as questões a serem tratadas em aula.

-O homem diante do mundo – A perda das bases seguras: a perda do sujeito seguro, o inconsciente, o Determinismo, a crise da razão, a morte de Deus, a crise do Positivismo, o desenvolvimento das ciências no século XX, as armas nucleares representando e o potencial destrutivo do saber humano (tópicos a serem citados, mas não desenvolvidos). O pluralismo das concepções de mundo e o abalo dos valores humanos e divinos.

(10 minutos)

5.2 – Exposição da tríade existência-liberdade-responsabilidade e participação dos alunos quando indagados acerca do que entendem por esses conceitos. Debate e choque de concepções.

(10 minutos)

5.3 – Conceitualização existencialista de existência, liberdade e responsabilidade e suas relações com a angústia e com a má-fé. Sistematização e compreensão das formulações sartreanas.

(40 minutos)

5.4 – Levantamento de questões atuais e considerações finais. É preferível que deixemos muitas questões em aberto para serem tratadas em futuras aulas e/ou grupos de estudos.

(10 minutos)

 



 

  1. METODOLOGIA DE ENSINO:

 

Abordagem existencialista.

 

 

 

 

 

  1. RECURSOS DIDÁTICOS:

 

Quadro branco e textos da apostila (excertos).

 



 

  1. AVALIAÇÃO:

 

Participação dos alunos.

 



 

  1. REFERÊNCIAS BIBLIOGRAFICAS:

 

BORNHEIM, G. O Existencialismo de Sartre. In: Curso de Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Editor, 1989.

HUISMAN, D. Dicionário de obras filosóficas. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

REALE, G. & ANTISERI, D. História da Filosofia: do Romantismo até nossos dias, Vol III, 3ª Edição. São Paulo: Paulus, 1990.

SARTRE, J. P. O Existencialismo é um Humanismo [tradução e notas de Vergílio Ferreira]. São Paulo: Abril Cultural, 1973 (Coleção Os Pensadores)