СНПЧ А7 Омск, обзоры принтеров и МФУ

Objetivo geral – possibilitar aos estudantes uma noção básica e geral daquilo que seja a Filosofia e como se aprende a filosofar.

 

 

 

2.      Diferença entre conceito e opinião para Sócrates.

 

2.1  Ponto de partida: mostrar que cabe à Filosofia encontrar a definição, o conceito ou a essência das virtudes, para além da variedade das opiniões.

 

2.2  Mostrar que a reflexão e o trabalho do pensamento são tomados como uma purificação intelectual, que permite ao espírito humano conhecer a verdade invisível, imutável, universal e necessária.

 

2.3  Definir que o papel do filósofo não é transmitir um saber pronto e acabado, mas fazer com que outro indivíduo, seu interlocutor, através da dialética, da discussão no diálogo, dê à luz a suas próprias idéias.

 

 

 

 

 

 

1.      Os alunos conseguem perceber que a filosofia é, portanto, a crítica da ideologia, enquanto forma ilusória de conhecimento que visa a manutenção de privilégios?

 

2.      Os alunos entendem a necessidade de investigarem suas próprias idéias, buscando compreender o próprio pensamento, seus pressupostos e as conseqüências daí advindas?

 

3.      Os alunos identificam a necessidade de ter uma postura filosófica que permita elaborar sínteses que englobem o que foi analisado, desenvolvendo imagens ou visão do todo?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

 

ARANHA, Maria Lúcia de Arruda e MARTINS, Maria Helena Pires Martins. Filosofando: Introdução à Filosofia. Rio de Janeiro: Editora Moderna, 1993.

 

CHAUI, Marilena. Convite à Filosofia. São Paulo: Editora Ática, 1995.

 

SÁTIRO, Angélica e Wuensch, Ana Míriam. Pensando melhor: Iniciação ao filosofar. São Paulo: Editora Saraiva, 2003.

 

MARCONDES, Danilo. Iniciação á História da Filosofia. Rio de Janeiro: Editora Zahar, 2008.

 

REZENDE, Antônio. Curso de Filosofia: para professores e alunos dos cursos de segundo grau e de graduação.Org: Antônio Rezende. Rio de janeiro: Editora Zahar, 2005.