1. MARCONDES, D.; SOUZA FILHO, D. M. Iniciação À História da Filosofia. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 1997.

  2. MORRA, G. Filosofia para todos. São Paulo: Paulus, 2001.

  3. CHAUÍ, Marilena. Introdução à história da Filosofia: Dos pré-socráticos a Aristóteles. São Paulo: Companhia das Letras, 2002.

  4. ___________ Filosofia: Série Novo Ensino Médio. São Paulo: Ática, 2000.

  5. ___________ Filosofia: volume único. São Paulo: Ática, 2005.

  6. CHALITA, Gabriel. Vivendo a Filosofia. Edição 3°. Ed: Ática, São Paulo, 2006.

  7. LORIEIRI, Marcos A. Filosofia na escola. 1° edição. Ed: Moderna, 2008.

  8. COTRIM, Gilberto Vieira. Filosofia temática – volume único. 1° edição. Ed: Saraiva – Didáticos, São Paulo, 2008.

  9. SAVATER, Fernando. As perguntas da vida./ Fernando Savater: tradução Monica Stahel. – São Paulo. Martins Fontes, 2001.

  10. REALE, Giovanni e ANTISERI, Dario. História da Filosofia: De Freud a atualidade. Vol. 7. 1° edição. Ed: Paulus, 2006.

  11. CRISÓSTOMO, J. (org.) A filosofia entre nós. Ijuí: Unijuí, 2005. (coleção filosofia e Ensino 8).

  12. PIOVISAN, Américo. (org.). Filosofia e ensino em debate. Ijuí: Ed. Unijuí, 2002 (coleção Filosofia Ensino).

  13. RODRIGO, Lidia Maria. Filosofia em sala de aula – teoria e prática para o ensino médio. Campinas: Autores Associados, 2009.

  14. GALLO, S. (Org.) ; DANELON, Márcio (Org.) ; CORNELLI, Gabriele (Org.) . Ensino de Filosofia: Teoria e Prática. 1. ed. Ijuí: Editora Unijuí, 2004. v. 1.

  15. CAPISTRANO, Pablo. Simples Filosofia. Rio de Janeiro: Rocco, 2009.

  16. HEERDT, M. L. Pensando para viver: alguns caminhos da filosofia. 5. ed. Florianópolis: Sophos, 2003.

  17. SCHLESENER, Anita Helena. Para Filosofar, 5ª edição, São Paulo, editora Scipione, 2008.

  18. GALLO, S. (coord.). Ética e Cidadania: caminhos da filosofia. Papirus Editora; 16ª edição, 2003.

  19. FEITOSA, Charles. Explicando a filosofia com arte. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.

  20. KOHAN, Walter Omar. Filosofia: Caminhos para Seu Ensino- 1ª edição- DP&A Editora, 2004.

 

 

 

 

 

Comentário de 3 livros Didáticos de Filosofia para o Ensino Médio

 

 

 

  1. FEITOSA, Charles. Explicando a filosofia com arte. Rio de Janeiro: Ediouro, 2004.

 

 

 

Ganhador do Prêmio Jabuti no ano de 2005, o livro do filósofo Charles Feitosa está empenhado no projeto de uma “filosofia pop”, que envolve a associação de conceitos com imagens, em uma linguagem acessível e bem humorada, sem perder o rigor e a densidade inerentes à filosofia. Explicando a filosofia com arte não pretende ser um manual, no qual conceitos são entregues de um jeito tão mastigado que já não tem mais nenhuma densidade e nenhum sabor. Além disso, como o próprio autor afirma na introdução do livro: “o livro não foi concebido como uma enciclopédia, no sentido de uma apresentação panorâmica, em ordem alfabética, da soma de todos os autores, obras e escolas da filosofia. O texto é, na verdade, uma seleção estratégica de alguns problemas filosóficos, entre muitos possíveis”. Fugindo a qualquer espécie de ordem cronológica, o caminho percorrido pelo autor para a construção de seu livro coloca a prioridade nos temas e recorre à história sempre em segunda instância. A proposta de explicar a filosofia através da arte não se restringe “a usar as coisas belas apenas como ilustração ou adorno”. Feitosa busca combinar a ótica do filósofo com a do artista. O recurso às obras artísticas de diferentes épocas históricas (pintura, fotografias, poesias, danças, cinema etc.) permite ao autor levantar questões para as quais não há respostas prontas, nos instigando a pensar. Desta forma, Charles Feitosa percorre alguns dos principais temas filosóficos de maneira acessível e agradável. Em vez de simplesmente reproduzir uma interpretação filosófica consagrada desses problemas, Feitosa ousa apresentar seu próprio pensamento, partindo de filósofos como Platão, Aristóteles, Hegel, Schopenhauer, Deleuze, Derrida, mas, sobretudo Nietzsche e Heidegger, que são os pensadores que mais alimentam sua reflexão.

 

 

 

  1. GALLO, S. (coord.). Ética e Cidadania: caminhos da filosofia. Papirus Editora; 16ª edição, 2003.

 

 

 

O livro Ética e Cidadania: caminhos da filosofia, coordenado pelo filósofo Silvio Gallo, trata-se de uma obra coletiva fruto dos trabalhos desenvolvidos pelo Grupo de Estudos sobre o Ensino de filosofia (Gesef), criado no início de 1995 e ao Departamento e ao Curso de Filosofia da Universidade Metodista de Piracicaba. Como consta na própria introdução, o livro teve como pressuposto básico a insatisfação dos autores membros do Gesef com o teor conteudista e hermético que atravessa a maioria dos livros didáticos de filosofia para o Ensino Médio. Para superar este quadro, os autores se dedicaram a construir uma linguagem que fosse acessível para a maioria dos alunos, sem, entretanto cair em qualquer tipo de vulgarização do estudo filosófico. O livro não pretende ser uma obra exaustiva, mas uma singela introdução, com a tarefa primordial de conseguir despertar nos alunos uma situação de curiosidade diante de determinados fatos que passam despercebidos em seu cotidiano. A proposta do livro não é, portanto, cronológica (linear no sentido de organizar os conteúdos a serem estudados através de um critério cronológico que percorra de forma linear a história da filosofia). Os autores propõem uma viagem pela filosofia tendo por bússola duas temáticas principais: Ética e Cidadania.

 

 

 

 

 

  1. CHAUÍ, Marilena. Filosofia: Série Novo Ensino Médio. São Paulo: Ática, 2000.

 

 

 

O livro da professora de filosofia da Universidade de São Paulo, Marilena Chauí, procura trabalhar metodologicamente a vertente temática para o ensino da Filosofia no Ensino Médio. Marilena Chauí não se preocupa em obedecer de forma linear as fases da história da filosofia. A escolha da filósofa é organizar o currículo de Filosofia para o Ensino médio por meio de temas relevantes da filosofia que foram trabalhados pelos mais variados filósofos. Porém, Marilena Chauí não trabalha a vertente temática de forma superficial. Pelo contrário, a filósofa faz questão de aprofundar os temas selecionados de forma a vinculá-los aos estudos dos filósofos.