Plano de Aula 

Aluno: Carlos Marcio Fernandes de Oliveira

Disciplina: Filosofia

 

Professor: FERNANDO MAIA FREIRE RIBEIRO

Tema da aula: Filosofia Política e Iluminismo

Público alvo : Alunos do 2º ano do Ensino Médio

Horas/aula:    2 tempos de aula (1º Tempo: 10:15 às 11:00 2º Tempo: 11:00 às 11:45)

 

Objetivos Gerais:

 

            Através da análise do movimento Iluminista, apresentar uma introdução ao estudo da filosofia política como campo específico da reflexão filosófica. Campo este que, ao longo dos tempos, ocupou-se do fenômeno político e das características que o distinguem dos demais fenômenos sociais, ao analisar as instituições e práticas das sociedades políticas e conjecturar acerca da melhor maneira de se construir sociedades futuras.

 

Objetivos Específicos

 

- abordar as leituras “clássicas” da filosofia, integradas na temática básica da filosofia política, por meio de reflexões em torno do Poder, do Estado, dos regimes políticos e formas de governo, bem como sobre a participação dos cidadãos na vida pública.

- assinalar que a natureza humana é considerada a base dos direitos e liberdades do indivíduo e o ponto de partida para a construção de uma nova ordem social, no contexto do tema apresentado.

- Capacitar o aluno para que seja capaz de, em um primeiro nível, problematizar as leituras e formular questões acerca do conjunto de ideias trazidas pelo Iluminismo, as quais criticavam severamente as estruturas do Antigo Regime e, em especial, o absolutismo monárquico.

CONTEÚDOS

 

1. Introdução:

 

a. Iluminismo: a razão em busca da liberdade desde as suas origens, na Inglaterra do século XVII, até o seu pleno desenvolvimento, na França do século XVIII);

b. a difusão das ideias iluministas por toda a Europa;

c. a inspiração para transformações políticas em diversas sociedades da época, tanto europeias quanto de outros continentes.

 

2. Crítica iluminista ao Antigo Regime:

 

a.  o tradicionalismo religioso medieval;

b. as práticas supersticiosas e o poder da magia;

c. a divisão social dos homens fundamentada na hierarquia de estratos determinada pelo nascimento.

 

3. A razão iluminista:

 

a. o racionalismo como modo de pensar predominante no universo intelectual europeu;

b. o Iluminismo como a expressão mais concreta e acabada da tendência racionalista;

c. O uso da razão como única forma de o ser humano conhecer, compreender e julgar.

 

4. Alguns pensadores iluministas:

 

a. Locke: empirismo e liberalismo político;

b. Voltaire: crítica à Igreja e liberdade de pensamento;

c. Montesquieu: a separação de poderes;

d.Diderot e D’Alembert: a Enciclopedia;

e. Rouseau: o bom selvagem e o contarto social.

 

Metodologia:

 

a.  Aula expositiva dialogada;

b. Apresentação de Mapas Conceituais ;

c. Análise de textos;

d.  Debates orais;

 

AVALIAÇÃO

 

Atividade escrita, realizada em pequenos grupos, em que os alunos deverão apresentar uma breve análise e entendimento acerca das seguintes questões:

1.Explicite o sentido do projeto político do liberalismo no contexto da modernidade.

2.Qual a importância da noção de contrato social para as teorias políticas desse período.

3.O que significa “Iluminismo”? Discorra sobre o sentido e a importância desse movimento.

As  respostas serão recolhidas ao final da aula e o assunto será retomado, no início da próxima aula, antes de se iniciar o trabalho com um novo tema.

 

Cronograma :

 

10:15 -  Arrumação da sala e realização da chamada;

10:20 – Apresentação e problematização do tema;

10:30- Exposição dos conteúdos

10:50: Apresentação dos Mapas Conceituais em slides (PowerPoint);

11:00: Leitura de trechos do texto “Resposta à Pergunta: que é o Iluminismo (1784), de Immanuel Kant, e do capítulo inicial do livro O governo de si e dos outros, de Michel Foucault;

11:20: Debates orais;

11:30 Atividade escrita, em grupos de até cinco alunos baseada nos mapas conceituais e nos textos lidos durante a aula;

11:45 Recolhimento das atividades e fechamento da aula.

 

Recursos

 

            Durante a aula serão utilizados os seguintes materiais: textos escritos pertinentes ao tema, extraídos dos livros apresentados na Bibliografia, assim como slides exibidos com o programa de computador PowerPoint.

 

Bibliografia

 

FOUCAULT, Michael. O governo de si e dos outros. São Paulo: Martins Fontes, 2013, p.4-23.

PECORARO, Rossano (org.). Os filósofos: clássicos da filosofia – de Kant a Popper. Vol.II. Rio de Janeiro: Vozes, 2008, p.26-29.