Objetivos Gerais: possibilitar ao aluno a obtenção de uma base teórica sobre o tema, de modo a tanto capacitá-lo a uma pesquisa e estudo mais aprofundados sobre o tema específico como inspirar uma visão mais crítica e embasada do assunto (educação) em geral.

 

 

 

Objetivos específicos:

 

 

 

. Compreensão dos conceitos de educação e aprendizado tanto no sentido do senso comum como dentro da filosofia de Dewey, possibilitando uma comparação entre as duas acepções.

 

 

 

.Compreensão do modelo de educação proposto pelo autor, em comparação com aquele comum a maioria de nossas escolas.

 

 

 

 

 

Mas afinal, para que serve a escola? Com certeza você já se perguntou isso. E sem dúvida já escutou as mais diversas respostas: "para se aprender", "para se preparar para a vida adulta", "para arranjar emprego depois", ou até mesmo respostas mais complicadas, como "para formar o cidadão" ou algo assim. Mas você sabe realmete para que serve a escola? Essas respostas não resolvem a questão (e nem tem de ser assim!); antes, elas levam a mais perguntas. Bem, esse texto tenta dar uma das inúmeras possíveis respostas a uma das perguntas mais comuns (e importantes) que vem depois: "mas a escola tem que ser assim?" "Porque?".

 

 

 

John Dewey, como muitos outros, também se perguntava sobre isso; mas não somente sobre a escola - mas sobre a educação e o aprendizado como um todo. E esse é o primeiro ponto que devemos considerar: a relação entre a escola e o processo do ensino e aprendizado. Para começar, Dewey tinha uma visão própria do aprendizado - este seria natural, adaptativo, ocorreria independente da educação formal, na escola - ora, é como todos nós aprendemos a falar, a andar, a usar os talheres ou a dizer bom dia ao comprimentar alguém. Pois então, este aprendizado não é diferente daquele na escola, nem deveria ser. Nós não aprendemos, por exemplo, nomes de rios ou fórmulas matemáticas; nós aprendemos a lembrar dessas coisas, a nos importarmos com elas, a associarmos essas idéias a certos procedimentos (como resolver uma questão na prova).

 

 

 

Esse aprender seria algo básico a toda a vida, seria necessário a adaptação e sobrevivência. Ocorre que, entre nós, homens, esse aprendizado não é tão simples, instintivo. vivemos em sociedades complexas, com diversos papéis e regras; precisamos de muitos conhecimenteos e habilidades não só para sobreviver, mas para conseguirmos conviver uns com os outros e exercermos papéis na sociedade; e mais ainda (e essa era uma preocupação principal para Dewey) se vivemos em uma sociedade democrática. Simplificando bastante (afinal, esse não é o tema deste texto), em uma sociedade democrática é de vital importância que todos tenham uma educação correta, pois todos tem a responsabilidade de decidir os rumos que a sociedade deve tomar, por meio de votações. Mas a estes cidadãos não basta o conhecimento de ciências, ou habilidades como ler, escrever ou fazer cálculos -esses são essenciais, mas de nada servem se não sabem como e porque devem viver em sociedade.

 

 

 

A questão é, o aprendizado, no sentido original, de nos adaptarmos ao nosso ambiente, a nossa sociedade - esse não deveria ser separado da escola. Na verdade, esse deveria ser o principal objetivo da educação. Então, o importante não seria simplesmente ser preparado para provas ou o mercado de trabalho, mas para viver. Na verdade, não se pode dizer que a escola não faz parte desse aprendizado: certamente, a forma como vivemos na escola faz parte desse aprendizado, mas o problema é que isso não faz parte do currículo escolar; não é a principal preocupação na escola. A forma como os alunos interagem, a motivação dada a eles para aprender, a associação entre esse aprendizado e aquele que ocorre naturalmente no dia a dia deveria ser feita na escola, de modo que essa aprendizagem fosse consciente, e ocorresse de acordo com os propósitos da sociedade.

 

 

 

Então, o importante é entender que a escola não é como é porque é necessário que seja; e o objetivo da educação não deve ser somente preparar para o trabalho ou tornar-nos mais sábios. A educação é a forma que temos de nos adaptar, enquanto espécie, enquanto sociedade, enquanto pessoas de forma racional, planejada - é a única forma de garantir um mundo melhor.

 

 

 

 

 

Bibliografia:

 

 

 

DEWEY, John. Democracy and Education: an introduction to the philosophy of education rhttp://www.gutenberg.org/catalog/world/readfile?fk_files=851462&pageno=1 acessado em 20/01/2010

 

 

 

DEWEY, John. The Child and the Curriculum http://www.gutenberg.org/catalog/world/readfile?fk_files=1291998&pageno=1 acessado em 20/01/2010

 

 

 

http://en.wikipedia.org/wiki/John_Dewey acessado em acessado em 20/01/2010