СНПЧ А7 Омск, обзоры принтеров и МФУ

 

(William-Adolphe Bouguereau -  A juventude de Baco,1884)

 

 

             A ideia é usar a imagem acima para dar uma aula sobre o Espirito Dionisíaco apresentado por Nietzsche em “O Nascimento da Tragédia”. Em seu livro o filosofo alemão fala que a tragédia ática, tinha como principal característica, a união dos dois impulsos artísticos da natureza, o impulso apolíneo e o impulso dionisíaco. O espirito dionisíaco esta ligado a embriagues, a desmedida, a abolição do individuo, a musica e a dança. Todas essas características estão muito bem representadas no quadro de Bouguereau, onde também podemos ver as principais figuras mitológicas ligadas a Dionísio, o Sátiro e o Centauro. A embriagues pode ser vista no homem carregado pelo burro junto aos sátiros, musica e a dança estão representadas pelos personagens centrais e pelos centauros, a desmedida na mulher caída ao chão. A sexualidade e o instinto também são esbanjados pelas figuras. Um ponto interessante é que ainda pode-se usar este quadro para fazer um paralelo com o espirito apolínio, já que este está ligado às artes plásticas, e a pintura nos mostra uma “técnica” que também estaria ligada ao âmbito apolínio das artes.